Youtuber que virou meme tenta superar trauma causado por”Girafa da Amazônia” – AM NOTÍCIAS – Notícias de Manaus, Amazonas e mundo 24h
Connect with us

Brasil

Youtuber que virou meme tenta superar trauma causado por”Girafa da Amazônia”

Publicado há

em:

Hosana de Lima deu entrevista contando tudo que vem passando após após pintar o corpo para protestar contra queimadas na Amazônia. 

A maquiadora gaúcha se esforça para lidar com ofensas em série: ‘Tento esquecer o que está acontecendo’

Maquiadora e youtuber em início de carreira, Hosana Cristina Cabral de Lima , de 19 anos, resolveu protestar contra as queimadas na Amazônia na semana passada. Recorreu às técnicas de sua profissão para fazer uma ilustração no próprio corpo.

No ombro e parte do tórax, pintou o que parece ser uma floresta em chamas com sombras de animais, entre eles, uma inusitada girafa. E na testa escreveu: “Luto Amazônia”. A partir do momento em que ela clicou para publicar simultaneamente em seus perfis no Facebook e no Instagram, a foto começou a ser compartilhada e a se propagar pelas redes. E assim… sete dias se passaram e Hosana virou meme .

 
Hosana de Lima pintou uma girafa para protestar contra Amazônia e imagem viralizou nas redes sociais Foto: Reprodução
Hosana de Lima pintou uma girafa para protestar contra Amazônia e imagem viralizou nas redes sociais Foto: Reprodução

 

Moradora da pacata cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, ela se assustou diante das reações agressivas direcionadas a sua publicação. “Quando tudo começou, fiquei em choque. Fechei o computador e só voltei a olhar à noite. Comecei a ler e chorei muito, fiquei mal”, diz Hosana, que contou com o apoio da mãe para enfrentar a situação.

“Minha foto acabou virando meme com várias frases diferentes, com muitas ofensas. Eu olho e apago. Tento não pensar muito no assunto, tento esquecer o que está acontecendo”, conta.

O protesto sob a forma de “maquiagem artística”, como ela mesma define, passou a ser ridicularizado pela inclusão da tal girafa no cenário da Amazônia. “Usei a cor laranja e tons semelhantes para representar o fogo. Depois comecei a fazer sombras de animais aleatoriamente. Fiz um coelho, um macaco que nem parece muito um macaco, e a girafa. Simplesmente fui desenhando, nunca pensei em representar a fauna da Amazônia naquela pintura.”

Girafa em pintura no corpo deu início à polêmica Foto: Reprodução
Girafa em pintura no corpo deu início à polêmica Foto: Reprodução

 

ALVO EM DISCUSSÃO POLÍTICA

Para uma parcela dos comentaristas digitais, a foto passou a ser vista também como uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro.

“Não sou contra o Bolsonaro. Não sou a favor do PT. Não me importo com política. Não queria ficar contra ninguém. Só queria lembrar o que estava acontecendo na Amazônia para as minhas seguidoras que gostam de maquiagem”, desabafou.

 

Hosana mora com a mãe. Não entrou na faculdade e trabalha em um salão de beleza. Duas vezes por semana, no mínimo, produz vídeos com dicas e exemplos de maquiagem.

Além da pintura inspirada na Amazônia, Hosana já produziu outros maquiagens temáticas como esta do filme Aladdin Foto: Reprodução
Além da pintura inspirada na Amazônia, Hosana já produziu outros maquiagens temáticas como esta do filme Aladdin Foto: Reprodução

Espera um dia ter audiência suficiente para viver dos rendimentos pagos pelo Youtube: “Sou uma youtuber iniciante, comecei em novembro do ano passado e ainda não consigo tirar dinheiro com os vídeos de maquiagem”. 

Por esta razão, ela decidiu não sair das redes sociais, manter seu post polêmico publicado e tentar tirar algum benefício de toda a história. “Minha mãe me apoiou, disse que eu não deveria apagar a publicação porque isso poderia ajudar a divulgar o meu trabalho”.

De fato, ela ganhou seguidores desde a semana passada. Mas reconhece que parte deles só aparece por ali para ironizar, criticar, agredir. “Tento não pensar somente no lado ruim disso tudo. Procuro manter a calma e não responder às pessoas que estão ali só pra me ofender”, diz a moça. “Espero que as coisas ruins passem e fiquem apenas as boas”.

Entre tantas dúvidas que surgiram da noite para o dia, Hosana tem apenas uma certeza: “Não falo mais de Amazônia!”

Compartilhe esta notícia no:

Amazonas